28 de junho de 2011

Aos apaixonados, um bom inverno

Passou o dia dos namorados e o blog infelizmente estava em recesso e não postou aqui dicas ótimas para os pombinhos, mas como datas não podem ser desculpas para ser ou não romântico, o blog vem no clima de inverno que é sempre muito amoroso para dar ótimas dicas para você e seu príncipe passar bons momentos a sós.

Mas, cuidado! As viagens podem ser aliadas ou inimigas dos casais.
Segundo a diretora do site de relacionamento Par Ideal, Shirley, os namoros de longo prazo têm grandes chances de chegar ao fim logo após a viagem. Isso porque as mulheres ao passar mais tempo com seus “príncipes” se decepcionam com a educação deles, como; maltratar o garçom, não dar gorjeta, desrespeito de filas, dividirem refrigerantes ou prato de comida que era pra uma pessoa e fez pouco caso de pessoas mais humildes.
Já as reclamações dos homens sobre suas pretendentes são outras, eles reclamam que elas passam a viagem inteira fazendo compras ou horas definindo a roupa para sair e em alguns casos as mulheres compravam o que viam pela frente e deixavam as contas para os homens pagar. absurdo isso
                                                                      
Fonte: Terra
Confira na íntegra clicando aqui

Pra viajar sozinho #foreveralone por esse mundão já é complicado e muitas vezes não conseguimos satisfazer nem a nós mesmo, imagine só uma viagem a dois? É preciso o dobro de atenção, planejamento e organização. Diálogo é a melhor solução para definir o destino.
Algumas vezes ela gosta de praia e ele prefere montanha, ou ela grandes metrópoles e ele um destino mais rural; pois, ao definir a viagem ambos tem que estar de comum acordo.
Outro fator importante e que gera sempre muitas discussões são os gastos. Pode parecer até falta de cavalheirismo, mas é importante discutir quem vai pagar o que e claro, ter bom senso nas compras. Claro que é bacana a espontaneidade, eu sou um dos que levanta essa bandeira, mas dessa vez a deixaremos de lado. O planejamento e organização de uma viagem nunca são demais, então aqui vai à ordem: PLANEJAR minuciosamente TUDO. Roteiro, horários, onde comer...

Já você que encontrou seu príncipe e estão até de casamento marcado; ou casados. Deixo aqui dicas de Conrado Navarro blogueiro do Você mais rico pela Revisa Você/SA. Ele dá dicas de independência financeira e eu deixo dois links ali embaixo sobre Viagens e Finanças. Não deixem de dar uma lida, é realmente interessante.


Já acertou a questão financeira? Agora é a hora de sentar e juntos escolher um lugar bem bacana para passar uns dias. E para isso o blog trará algumas dicas para você e seu parceiro ter aquele momento a dois, tão gostoso nesse inverno não?!


Igreja Matriz de Nossa Senhora de Lourdes - Canela, RS
Serras Gaúchas (RS) – Formado por cidades como Gramado, Garibaldi, Canela e Nova Petrópolis, a região oferece aos pombinhos muita paz, tranquilidade, requinte e frio, muito frio; quer algo mais romântico que o frio?! As cidades que compõe a Serra Gaúcha são para todos os tipos de turistas, desde aqueles casais mais reservados que prefiram uma lareira, foundue e vinho, aos pombinhos que gostam de aventurar-se por canyons, cachoeiras e esportes de aventura como rafting, trekking, mountain bike, cavalgadas, montanhismo, etc.
Chegando à noite, o frio já faz você ficar mais grudado de seu amor e nada melhor que degustar de uma boa gastronomia em bons restaurantes e para melhor atender você e seu parceiro, alguns restaurantes oferecem serviços especiais para casais, assim como hotéis e pousadas.
Gramado, RS

Campos do Jordão (SP) – Claro que esse destino não poderia faltar e por esse motivo, se você quer paz e sossego ainda mais essa época do ano, já vá riscando essa hipótese.
É tudo lindo, maravilhoso e algumas vezes você poderá jurar estar passeando por algum lugar da Europa, o ar que se respira é romântico e parece até ter trilha sonora. Passeios de teleférico até o Morro do Elefante (vale a pena), com direito a fotografia na chegada.

Chocolates, vinhos e uma deliciosa gastronomia acompanham você e seu amor por esse romântico destino. Mas o destaque aqui fica para a cervejaria Baden Baden, ao menos para mim. Só de criar esse post mesmo nesse frio, minha boca se enche de água afim de degustar aquela delicia. São cervejas feita a mão e você pode fazer um tour pela microcervejaria. Saiba mais aqui http://www.badenbaden.com.br/
Casais que tenham se planejado e possam abusar mais das contas tem a opção de Hotéis luxuosíssimos e vale ressaltar que filhos não entram. A diária em algumas chega a custar R$ 1.400,00, mas não fica caro quando você pode tomar um delicioso banho de frente para a serra com seu amor.
Outra atividade bastante interessante é um passeio de trem que te leva para Santo Antônio do Pinhal passando pela ferrovia mais alta do país, romântico isso não?!

Agora em Julho começa o Festival de Inverno com diversas apresentações eruditas, alguma delas ao ar livre e de graça, e outros o ingresso varia entre R$20 à R$80.

Obs: Fui a Campos na época em que namorava e a cidade realmente respira amor e paixão. O tour parece ter a companhia de uma gostosa trilha sonora.


Cunha (SP) – Cunha é uma cidadezinha que fica escondida entre São Paulo e Rio de Janeiro e muitas vezes, passa despercebido pelos mais desavisados. Mas, agora você leitor saberá outra cidade de relevante interesse para suas viagens românticas.
Composta por trilhas, cachoeiras e mata atlântica, protegida por duas UC’s (Unidades de Conservação), sendo Parque Estadual da Serra do Mar e Parque Estadual da Bocaina.
Aqueles casais que preferem à natureza ficaram encantados após percorrerem dois quilômetros a pé, até chegar ao pico da pedra da Macela a 1.850 metros de altitude onde é possível avistar a baía de Angra dos Reis e Paraty, uma vista maravilhosa.
Vale a pena conhecer as históricas Trilhas do Ouro e Estrada Real, ambas criadas no século XVIII. A primeira tem 45 quilômetros e realizada em três dias e a Estrada Real em quatro horas.
Cunha além de oferecer belíssimas paisagens naturais, tem como forte seu artesanato de cerâmica que utilizam técnicas orientais.
Agora em Julho é a vez do Festival de Inverno, com shows musicais, filmes, peças teatrais, grupos de danças e eventos gastronômicos como palestras e cafés coloniais, além de menus inspirados na comida caipira.

Penedo (RJ) – A pequena e simpática cidade de Penedo levará você a um país nórdico por alguns minutos. Isso porque é possível encontrar Fábricas de Chocolate não a Fantástica infelizmente e a Casa do Papai Noel, sim, ele existe! Localizado aos pés da Serra da Mantiqueira e colonizado pelos finlandeses na década de 20, o vilarejo mantém a cultura e a gastronomia.
Algumas construções são em madeiras e é possível encontrar aqueles floridos jardins em frente as residências.
Bailes à moda Finlandesa prometem fazer os casais dançarem deliciosamente e harmoniosamente, num clima romântico e nórdico.
Aqui o Bom Velhinho recebe seus filhos, mostrando que é possível sim, ter um dia romântico com seus pimpolhos do lado.
A natureza da o ar de sua graça por aqui com muitas araucárias, cachoeiras e corredeiras de águas limpas que podem ser explorados por cavalgadas. A região de Serrinha do Alambari destaca-se os trutários, onde além da pesca é possível degustar patês e casquinhas à base do peixe.



Monte Verde (MG) – Segue a mesma linha de Campos do Jordão, porém se você quer um pouco mais de sossego e paz, é esse o destino.
Ruazinhas emolduradas por araucárias e arquitetura estilo alpino, Monte Verde te encanta.

Sabe qual o diferencial aqui? A culinária!!! Além da culinária européia que aqui é servida muito bem, obrigado. A cidade de Monte Verde conta com a gastronomia mineira, sim; a mineira que pra mim e pra muitos é uma das mais deliciosas do Brasil. O forte como todos sabem são os queijos, e queijos combina muito bem com vinho, que combina muito bem com frio e consequentemente com casal e romantismo.
Trekking, escalada e cavalgada pode dar um ar mais aventureiro para a sua lua de mel e para isso a cidade oferece aspectos naturais muito interessantes.


Se Monte Verde interessou aos pombinhos apaixonados, deixo aqui a dica de Consultoria Turística que a minha parceira RAE Turismo & Companhia oferece. Eles indicam os melhores hotéis, restaurantes e opções de lazer e aventura para você e seu parceiro curtir muito o destino. 




Domingos Martins (ES) – Se você achava que o estado do Espírito Santo era um destino de sol e praia, está na hora de rever seus conceitos.

A pequena e bucólica cidade de Domingos Martins chega a 12 graus e baixam ainda mais agora nos meses de inverno, o frio, mais a arquitetura que traz referências européias, pousadas aconchegantes, artesanato e uma boa gastronomia já seria ideal para te encantar, mas Domingos Martins ainda surpreende com a Pedra Azul. Uma formação rochosa de quase 2 mil metros de altura e que em seu entorno contempla piscinas naturais, cachoeiras e trilhas perfeitas para trekking, bóia-cross, rapel e rafting.



Ilha do Mel (PR) – Aqui é para aqueles casais que gostam de uma aventura, sem uma dose de adrenalina é pouco provável que você e sua senhora vão curtir esse pedaço do Paraíso. O acesso a Ilha é feita de barco, partindo de Paranaguá, Pontal do Paraná ou Morretes (que eu já falei no blog). A Ilha é inteira rústica, onde as casinhas são feitas de alvenaria, carros não circulam e não existe iluminação pública, portanto preparem suas mochilas. As caminhadas são regidas pela maré se você não optar por trilhas, portanto aqui você terá a certeza que você faz parte da natureza e é só mais um no meio dela.
São 35 quilômetros de praia emoldurada pela Mata Atlântica que aqui tem uma característica singular. A praia de Encantada é o point e Praia Grande oferece ondas ótimas para os surfistas, mas se quer passar um momento a sós com seu marido, experimente Fortaleza que é praticamente deserta.
Vale a pena caminhar pela trilha que leva ao Forte Nossa Senhora dos Prazeres, construída no século XVIII, lá suba até o topo e encontre uma belíssima vista panorâmica e canhões. Se o pique ainda existir depois dessa caminhada, vá ao outro lado da Ilha e encare uma escadaria que te leva ao Farol das Conchas que lhe apresenta uma visão de tirar o fôlego mais que a escadaria. Fique por lá até recuperar o fôlego e depois estique o tour até a praia de Fora das Encantadas, onde existe uma gruta cheia de lendas e histórias.


São Joaquim (SC) – Faz parte da Serra Catarinense que deveria formada por Lages (já falei aqui no blog, confira aqui), Urupema, Urubici, Rio Rufino e Bom Jardim da Serra. Todas essas cidades poderiam muito bem entrar nessa rota pelo seu clima frio e paisagens que nos tiram o fôlego. Mas aqui vou destacar a cidade de São Joaquim.
A chegada do inverno traz para as mídias a pequena cidade de São Joaquim, a uma altitude de 1.353 metros a cidade registra temperaturas baixíssimas, podendo chegar a dez graus negativos acompanhado algumas vezes de flocos de neve. Luvas, cachecóis e muito amor são indispensáveis para te aquecer no inverno em São Joaquim, além das taças de vinhos que são sempre bem-vindas. A vinícola local, Villa Francioni oferece um tour local explicando as etapas de preparação com direito a degustação das bebidas.
Para os casais que já consolidaram o romance com seus pimpolhos, a dica é levá-los até o Snow Valley, um parque de trilhas em meio à mata que nos levam a cascata. O local conta com arvorismo, pêndulo, muro de escaladas e tirolesa
Belíssimas paisagens podem ser observadas na Serra do Rio Rastro, são 15 quilômetros de viagem seguindo para Bom Jesus da Serra, com diversos mirantes que você não pode deixar de apreciar a vista panorâmica.
O clima faz com que a cidade seja conhecida como a produtora da melhor maçã do tipo gala e fuji do Brasil. Durante todo o ano é possível encontrar barraquinhas vendendo a fruta e seus derivados. Mas, vale mesmo voltar no próximo ano no mês de abril e apreciar a sua maior festa. São dez dias com direito a shows, apresentações e claro; uma gastronomia infindável advindos da maçã.



_______________________________________________________________

Bom, agora que você tem as dicas do blog para impressionar sua gatinha com uma viagem surpresa (planejada, ou não). Vá em frente e curta muito esse inverno, tire muitas fotos e se quiser compartilhar uma de suas viagens escreva para chooseyourtrip@hotmail.com que entraremos em contato para mais explicações.

Um grande abraço e Good Trip!!!

22 de junho de 2011

A fogueira ta queimando em homenagem a São João...

...O forró já começou vamo gente rapá pé nesse salão 
Chegou o feriado de São João, uma das manifestações mais tradicionais e bacanas de nosso Brasil. Porém, no nordeste esta data é ainda mais esperada e comemorada e hoje o Blog com Diogo Fernando e  Michelli Rammos vai falar desse delicioso evento.


  Festa Junina
São celebrações que acontecem em vários países, historicamente relacionadas com a festa pagã do solstício de verão, que era celebrada no dia 24 de junho segundo o calendário juliano (pré-gregoriano) e cristianizada na Idade Média como “festa de São João”. Essas celebrações são particularmente importantes no Norte da Europa, Dinamarca, Finlândia, Noruega, Suécia, Estonia, Irlanda, Portugal, Malta, França, Ucrânia e outros países da Europa principalmente.
Fonte: Wikipédia
Nos países católicos essa festa é uma forma de homenagear três santos do mês de Junho: São João, Santo Antonio e São Pedro. Portanto é comum nessa época do ano, as pessoas participarem de simpatias para casar.  Essa é a hora de saber se aquele seu namorado que te enrola a oito anos vai vingar ou não né?
Deixando a parte técnica e histórica de lado, vamos partir para o que mais nos interessa. Então já vão vestindo seus trajes e vem comigo em fila dançando no ritmo de São João.


Senhor do Bonfim - BA
O São João realizado na “capital baiana do forró” é considerado uma das melhores e mais tradicionais festas do Nordeste. Mesmo com toda a grandiosidade, o evento não perde suas características tradicionais como trios de sanfoneiros, quadrilhas, bandas de pífanos (calumbis) e a alvorada junina que por onde passa arrasta multidões. Se você achava que Bahia era só Carnaval, se enganou!
Além dos shows, o evento traz também o forró pé de serra no Forrobodó, Forró no Trem, as alvoradas, Show de Espadas e a Casa de São João, onde os turistas poderão curtir outros aspectos da festa e da cultura regional.
Show de Espadas é um espetáculo realizado as vésperas do São João (23) por turistas e bonfinenses que entram em uma guerra pacífica. Para a segurança do evento a prefeitura determina ruas para sua realização, com sinalização e bloqueio preventivo.
Abaixo um pequeno vídeo que encontrei desse espetáculo
video

Algum problema com seu Sabre de Luz Luke Skywalker?.
Além de Senhor do Bonfim, esse evento ocorre em outras cidades da Bahia como: Itaberaba, Canápolis, Gandu, Santo Amaro, Lençóis, Amargosa, Mairi e até mesmo SALVADOR – Logo se vê que Bahia não é só carnaval não é mesmo?!
Programação Senhor do Bonfim


Aaah, agora é sobre a minha terra? então deixa que Michelli fala, hehe
Não é querendo puxar saco, claro, mas nessa época do ano Pernambuco inteiro respira o São João, até quem não gosta, acaba se envolvendo de alguma forma com as cores, roupas, músicas, danças, comidas...
Aqui em Pernambuco muitas cidades já entraram no clima. Em Recife destaco o Pátio de São Pedro, com apresentações todas as noites pra quem gosta do autêntico pé-de-serra, e outros lugares como Agrestina, Bezerros, Gravatá, Nazaré, e tantos outros que oferecem um belo São João recheado de cultura e diversão.
Mas claro, não poderíamos deixar de falar dos dois maiores pólos, os mais badalados e visitados nesse período do ano, Caruaru e Campina Grande.


Caruaru - PE
São João de Caruaru, PE
Aproximadamente 130 km da capital Recife a cidade realiza um dos maiores eventos de São João do mundo. Aliás, muitos acreditam ser o Maior São João do Mundo.
O evento exalta a cultura local através do folclore como as apresentações de Mamulengo, quadrilhas, literatura de cordel e claro do tradicional forró. Artistas como Zé Ramalho e Dominguinhos são presenças marcadas no evento. Para quem vai a Caruaru curtir o São João, uma boa dica é navegar pelo site oficial da festa acessando o site Caruaru  lá você encontrará guia turístico,os melhores hotéis, praças de alimentação, saberá o que ocorre no pátio do forró, local onde se concentram às festas de artistas principais e muitas outras coisas.

Campina Grande - PB
São João de Campina Grande, PB
Com um dos maiores São João do Mundo, a festa acontece durante os 30 dias do mês de junho, com atrações típicas como quadrilhas, tocadores de sanfona, trem do forró e Círio de São João. Os shows dão um espetáculo à parte.
Campina Grande possui uma megaesturura para receber bem os turistas. São 300 barracas de comida e bebida típica que depois de um bom arrasta pé você poderá provar Queijadinha, Bolo de Banana, Bolo de Aipim, Paçoca, Cocada, Pé-de-Moleque e claro, um bom quentão não é mesmo? São 42 mil metros quadrados para receber todos os turistas. É legal também dá uma olhadinha no site, que tá bem legal, e saber das novidades, também tem os guias de turismo, calendário dos eventos, história do Forró e muitas outras coisas.

e para fechar com chave de ouro, vamos falar de algo que TODOS NÓS GOSTAMOS *-*
Além de tudo isso que já foi apresentado, o São João também nos apresenta uma Gastronomia muito interessante e deliciosa, alguns exemplos:

Arroz doce:  Sobremesa preparada com arroz, leite e açúcar, perfumada com casca de limão e canela.
Bolo de fubá: Feito a base de fubá e algumas pitadas de erva-doce.
Cuzcuz de milho: Feito com flocos de milho, coco ralado e leite de coco.
Milho verde: Este não pode faltar de jeito nenhum!
Pamonha: Uma espécie de bolo feito de milho, e pode ser doce ou salgada.
Pé-de-moleque: Feito de amendoim, o doce tem este nome porque parece um pé cascudo e escuro, como são os pés de moleques.
Quentão: Cachaça preparada com limão, gengibre, canela e açúcar.
Vinho quente: Vinho preparado com frutas canela e gengibre.
Mané-pelado: Um bolo feito de mandioca crua, ralada.
Paçoquinha: Feita de amendoim torrado, bolacha de maisena e leite condensado.
Maçã do amor: Uma maçã mergulhada em calda de açúcar, com um cabo de palito de picolé.
Além de bolo de coco, cachorro-quente, o delicioso pãozinho com molho e salsicha, pinhão cozido, uma castanha característica do sul e o famoso quentão, feito com gengibre, canela e pinga.


ah gente, e só uma dica,
se onde você mora o São João não é muito comemorado mas você quer participar dessa festa, não custa nada reunir a galera e fazer seu próprio arraiá, gente, garanto que vai ser muito divertido.


Bom São João pra todos ;*

16 de junho de 2011

Que tal uma viagem para Grécia?

Olha eu, Michelli Rammos, no meu primeiro Post aqui no Choose Your Trip, que emoção gente *-*
e já vou estrear aqui com o Turismo em Cena, fazendo uma pergunta simples:
Que tal uma viagem para Grécia?

Uma possível resposta para essa pergunta seria:
"- Grécia? Eu? Até iria mas não tenho dinheiro!"
Foi a sua resposta? Pois é, essa com certeza seria a minha.
Mas o que eu queria propôr hoje é uma viagem para a Grécia sim, mas sem sair de casa, e aí, topa? 
Então vamos nessa...


Recentemente tive a oportunidade de assistir o filme Falando Grego e me apaixonei por ele, certo, é uma comédia romântica, com aquele final previsível que todos esperam de uma comédia romântica, mas ele consegue passar uma mensagem muito legal, principalmente para os Turismólogos de plantão, Turistas, Mochileiros, Viajantes, Andarilhos... ou seja, everybody.
Vou explicar porque...


O filme conta a história de Georgia (Nia Vardalos),  uma americana de origem grega que trabalha como guia turística justamente na Grécia. Sua vida é extremamente entediante e ela vive sempre cansada pois os turistas parecem curtir mais as compras do que aprender alguma coisa sobre a Grécia. Hotéis baratos, ônibus velho, calor infernal e turistas "engraçadinhos" tornaram Georgia uma mulher frustrada. Até o dia em que Irv Gordon (Richard Dreyfuss), um turista muito especial, aparece. Com seu senso de humor ele tenta mostrar todas as possibilidades de viver bem, ser feliz e não perder a chance de ter um grande amor, enfim, recuperar seu kefi, como dizem os gregos. Agora cabe a Georgia parar de reclamar e perceber que tudo isso sempre esteve bem embaixo do seu nariz

O filme trata de muitos temas importantes relacionados ao Turismo, fala sobre a profissão do Guia de Turismo, nos mostra vários perfis diferentes de Turistas (com certeza você irá se encaixar em um), mostra como uma viagem pode ficar bem mais legal quando você "desencana" de algumas questões e passa a se divertir com as coisas que acontecem... e sem falar das lindas imagens da Grécia.

Li um comentário no site Imagem Filmes e achei que resumiu bem o que o filme tenta propôr: "Quem nunca fez uma excursão com restrições orçamentárias, fiz uma pra Caldas Novas/GO que se não fosse a união, carinho e hiper-mega humor do grupo teria sido um desastre total... e na realidade foi o que nos deixou bem unidos... foi tão marcante que uma vez por ano nos reunimos e já conhecemos Bahia, Ceará e Rio de Janeiro..."


O filme é leve, gostoso, divertido... que tal juntar aquela galera e assistir todos juntos? Garanto que vão dar boas risadas.




-Então preparem a pipoca e a coca-cola (ou a antártica pra quem não gosta de coca) e já para o sofá e claro, bom filme :)

14 de junho de 2011

Oxi! Que é hoje que vamos falar de Sergipe.

Hoje o Blog fala sobre Sergipe, cuja capital é Aracaju e destino de desejo deste blogueiro que vos fala, tanto para ser turista quanto para ser turismólogo. Isso porque em 2010 conheci Mauricio Pascoal, hoje parceiro do blog no quadro na Mala com o Oxique – Moda Para Homens e Anne Karoline autora do nosso logo. Duas pessoas maravilhosas, diga-se de passagem. Logo passei a ter curiosidade sobre esse pedaço do Brasil. Pesquisei imagens, matérias, pontos turísticos e qualidade de vida e simplesmente me encantei.
Oxi, mas o que tanto te encantou?”

Bom, continue comigo que eu vou contando...

Sergipe

Localizado no nordeste do Brasil, tendo como limites o oceano Atlântico, os estados da Bahia e Alagoas, do qual está separado pelo rio São Francisco. É o menor dos estados brasileiros, sendo o sexto menos populoso do país.
A capital e maior cidade é Aracaju, sede da Região Metropolitana de Aracaju, que inclui ainda os municípios de Barra dos Coqueiros, Nossa Senhora do Socorro e São Cristovão, sendo essa última à quarta cidade mais antiga do Brasil.
        Fonte: Wikipédia

Sergipe é a prova de que tamanho não é documento, isso por que o pequeno estado brasileiro oferece diversos atrativo para todos os tipos de turistas, desde os alocêntricos¹ aos psicocêntricos².
Composto por praias, manguezais, lagoas, rios, serras, cavernas e cânions, os atrativos estão prontos para serem “explorados” pelos turistas.
Aracaju, São Cristovão, Laranjeiras, Itabaiana, Areia Branca, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora da Glória, Monte Alegre, Poço Redondo e Canindé do São Francisco são os dez municípios que compõem o roteiro perfeito para a prática de turismo de aventura e ecoturismo que irá surpreender você.
Ao todo o roteiro soma 230 quilômetros, onde você pode ver de perto aves de rapina no Parque dos Falcões e dar uma passadinha na Grota do Angico, onde morreu Lampião – o maior mito do cangaço nordestino. Bom, quem sabe você encontra o Jesuíno (Cauã Reymond) ou Açucena (Bianca Bin) não é? De qualquer forma reze para não trombar com o Herculano e seus capangas. sim, sou noveleiro
Abaixo a reportagem que o programa Terra da Gente fez no Parque dos Falcões.



Mas sem dúvida o destaque aqui fica para o Cânion do Xingó, o quinto maior navegável do mundo. São 170m de profundidade, 65km de extensão e largura que varia entre 50m a 300m. O passeio é feito de escuna ou catamarã e dura em média três horas, pouco para apreciar um pedaço do paraíso.
A Gruta do Talhado também é uma ótima pedida, as rochas parecem ter sido talhadas a mão e por isso recebe esse nome.

Cânion do Xingó - Rio São Francisco
Sergipe faz limites com o Oceano Atlântico como disse ali encima e claro que não vou deixar de fora as praias, que por sinal; não são nada modestas.
A Orla de Atalaia em Aracaju, é considerada uma das mais belas e equipadas do país. A infraestrutura turística é de dar inveja a muitas outras praias mais movimentadas.

Se você quer ficar pertinho desse lugar, hospedagem não é problema, a região concentra um grande número de hotéis e pousadas.
A estrutura da orla contempla ciclovia com 5 quilometros de extensão, parques infantis, quadras de futebol de areia, quadras de tênis, vôlei de praia, paredes de escalada, pista de skate, caramanchões³, iluminação especial noturna para banhos, kartodromo, lagos para pedalinho, delegacia especial para o turista e muitas outras coisas.
O conjunto de bares e restaurantes promete encher sua barriguinha sarada só de olhar, são diversas opções e a culinária do mundo todo te espera, mas claro; deixo a dica pra apreciar mesmo a excelente culinária sergipana. Falando nisso, a fome bateu e é dela que vou falar agora.

Gastronomia


Festival de cores, aromas e sabores!!!
Isso poderia simplificar e definir o que é a culinária sergipana, mas vim aqui para te fazer encantar tal como eu por esse pedaço do Brasil, então...
Por ser litoral, os pratos são advindos de frutos e peixes do mar, mas a proximidade com o velho Chico, faz a oferta dos peixes de água doce serem grandes também.
O coco está presente em diversos pratos sergipanos onde dele tudo é aproveitado, desde as raízes que são utilizadas em chás e remédios caseiros à água e a carne de coco que entram na receita de diversos doces exclusivos da região – Fica a dica da queijada, que apesar do nome sugestivo, o principal ingrediente é o coco que da um toque indescritível.
Não pode sair de lá sem experimentar o carangueijo regado ao vinagre e guaiamum servido com pirão outras duas especialiades da região.
Você que já torceu o estomago, saiba que esses pratos fazem muito sucesso entre os turistas, portanto pense duas vezes antes de pedir um McLanche Feliz, ou um tradicional X-Salada.
A Carne de Sol, típica em quase todos os cantos do Brasil, aqui recebe um grande aliado, o pirão de leite e para não engolir a seco; é possível tomar deliciosos sucos naturais e nativos como caju, mangaba, umbu, cajá delicioso e pitanga.
O amendoim cozido é a verdadeira paixão do povo sergipano que é ainda mais forte no período junino e junto com ele vem à tapioca, canjica, mugunzá, bolo de milho, queijo assado e licores de jenipapo.
Carangueijo | Amendoim Cozido | Queijada
Culturas e tradições
Reisado, por Edson Araújo

A cultura Sergipana é sem dúvida uma das grandes atrações que esse estado tem a nos oferecer. É uma explosão de cores, riqueza de sons, danças e encenações. No ciclo junino, celebrações de São José, São João e Santo Antonio são fortíssimas. Os grupos Pisa-Pólvora, Bacamarteiros, Batucada, Sarandaia e Samba de Coco são destaques nessa época.
O folclore sergipano é patrimônio imaterial do Estado, tamanha sua importância e quem carrega essa responsabilidade são diversos grupos, entre eles o Cacumbi, Cangaceiros, Lambe Sujo e Caboclinho, Chegança, Reisado, São Gonçalo, Parafuso e Taieira, além dos que citei anteriormente.
Artesanato

Bom, chegando ao fim da viagem você não pode esquecer do cunhado mala que ficou em casa ou da sogra não é mesmo? Pra isso Aracaju tem um artesanato também muito rico, com artes de renda e bordado, palha, madeira, cerâmica, etc.  O destaque fica para um grupo do município de Cumbe, que reutiliza os papéis das instituições públicas para criar suas peças, o que chama muito a atenção dos turistas por serem de boa qualidade, criatividade e baixo custo.
E que tal trocar a Barbie e o Ken de sua filha por dois personagens da cultura Sergipana? O Lampião e Maria Bonita de pano são um dos muitos personagens do cotidiano dessa região criados por um grupo de idosas do município de Nossa Senhora das Dores.
Seja o que ou qual for a recordação que você escolherá levar de Sergipe, essa é à hora de você ter algo tangível de um destino que jamais sairá da sua memória.

Vale a Pena

Vale a pena conhecer o PréCaju, festival que antecede o carnaval, não perdendo em nada no quesito folia, diversão, agitação e animação.
O Forró Caju, também é uma ótima pedida. Professores de dança te ensinam o autêntico forró, além de apresentações folclóricas, trios pé-de-serra e quadrilhas. O evento se consolidou como um dos maiores do Brasil.

Ainda não te convenci de que Sergipe deve estar em sua lista de prioridades de viagem? Então confira o vídeo institucional abaixo feito pelo Ministério do Turismo para o Programa – “Se você é brasileiro, ta na hora de conhecer o Brasil”


E se algum leitor resolver fazer a mala rumo a Sergipe, pode compartilhar sua aventura conosco – Escreva para chooseyourtrip@hotmail.com que entraremos em contato.

_________________________________________________________________________


Alocêntricos: turistas autoconfiantes e expansivos. Esses normalmente têm preferência por áreas não-turísticas, porque gostam de experimentar a sensação do descobrimento em áreas ainda não exploradas. 
Características: desejo por aventura, atração pelo desconhecido, alto nível de atividades, preferências por áreas não turísticas, gostam de estar em contato com outras culturas, gostam de liberdade e flexibilidade nos destinos.
Psicocêntricos: são turistas inibidos que preferem destinações familiares.
Características: Preferem os destinos que já são familiares e mais frequentados, preferem viagens organizadas e que não saia do seu modo de vida habitual. São inibidos, anciosos e passivos. 
Caramanchão: Lugar construído para o encontro com a natureza que varia de geração a geração; de pessoa a pessoa que constrói um lugar de descanço e reflexao; lugar onde se usa varios tipos de matérias exemplo; bambu, flores tipo trapadeiras, moldando conforme sua simbologia espiritual, tradição e até culturalmente.